9 Maneiras de aumentar a libido naturalmente

A libido ou desejo sexual varia naturalmente entre os indivíduos. Só que ter um baixo desejo sexual não é necessariamente um problema, mas se uma pessoa deseja aumentar a libido, pode tentar uma variedade de métodos naturais.

Ansiedade, dificuldades de relacionamento, problemas de saúde e idade eventualmente podem afetar a libido. Embora uma baixa libido geralmente não seja problemática, ela pode afetar os relacionamentos e a auto estima de uma pessoa.

Neste artigo, examinamos algumas das melhores maneiras pelas quais homens e mulheres eventualmente irão aumentar a libido usando métodos naturais.

Tanto homens quanto mulheres podem aumentar a libido usando os seguintes métodos:

1.   Minimizar a ansiedade

 Ter altos níveis de ansiedade é uma barreira comum quando se fala do funcionamento e desejo sexual, tanto para homens quanto para mulheres. A ansiedade pode ser devido ao estresse da vida ou ansiedade específica relacionada ao sexo.

Pessoas com um horário de trabalho intenso, responsabilidades ou outras tensões na vida podem se sentir cansadas e, como resultado, ter um desejo sexual baixo.

Ansiedade e estresse também podem dificultar a obtenção ou a manutenção de uma ereção, visto que pode impedir a pessoa de fazer sexo. Uma pesquisa de 2017 sobre a disfunção erétil em homens jovens sugeriu que a depressão e ansiedade eventualmente irão resultar em redução da libido e aumento da disfunção sexual.

Há muitas coisas que as pessoas podem fazer para controlar sua ansiedade e melhorar sua saúde mental, incluindo:
  • dormir bem;
  • arranjar tempo para um passatempo favorito;
  • exercitar-se regularmente;
  • ter uma dieta nutritiva;
  • trabalhar para melhorar os relacionamentos;
  • conversar com um terapeuta.

2.   Melhorar a qualidade do relacionamento

Então muitas pessoas experimentam uma baixa no desejo e na frequência sexual em certos pontos de um relacionamento. Visto que isso pode ocorrer depois de ficar com alguém por um longo tempo ou se uma pessoa percebe que as coisas não estão indo bem em seus relacionamentos íntimos.

Concentrar-se em melhorar o relacionamento pode aumentar o desejo sexual de cada parceiro, afinal pode envolver:

  • planejar noites românticas;
  • praticar atividades juntos;
  • ter uma comunicação aberta;
  • reservar um tempo de qualidade entre só os dois.

Concentre-se nas preliminares

Contudo ter melhores experiências sexuais pode aumentar o desejo de uma pessoa por sexo, o que pode aumentar a libido. Ainda assim as pessoas podem aprimorar suas experiências sexuais gastando mais tempo se tocando, beijando, usando brinquedos sexuais e realizando sexo oral.

Ou seja as mulheres, precisam de preliminares. Assim sendo especialmente importantes.

De acordo com algumas pesquisas de 2017, apenas cerca de 18% das mulheres se sentem satisfeitas apenas com a penetração, enquanto 33,6% relatam que a estimulação do clitóris é necessária para o orgasmo.

3.   Durma bem

A princípio dormir bem pode melhorar o humor geral de uma pessoa e os níveis de energia, e algumas pesquisas também vinculam a qualidade do sono à libido.

Um estudo de 2015 em pequena escala realizado com mulheres sugeriu que dormir mais na noite anterior aumentava seu desejo sexual no dia seguinte. Mulheres que dormiam por mais tempo relataram melhor excitação genital do que aquelas com menor tempo de sono.

4.   Tenha uma dieta nutritiva

Seguir uma dieta nutritiva pode beneficiar o desejo sexual das pessoas, promovendo uma boa circulação e saúde do coração e removendo alimentos específicos que podem diminuir a libido.

A síndrome metabólica e as doenças cardiovasculares podem afetar o funcionamento sexual físico. Além disso, a síndrome do ovário policístico pode afetar os níveis hormonais, o que também pode afetar a libido.

Comer uma dieta rica em vegetais, pobre em açúcar e rica em proteínas magras pode ajudar a prevenir distúrbios que afetam a libido.

5.   Experimente os remédios de ervas

Há pouca pesquisa sobre a eficácia dos remédios à base de plantas para melhorar a função sexual em homens e mulheres, embora algumas pessoas possam considerá-los benéficos.

Um estudo de revisão de 2015 afirma que existem dados limitados, mas emergentes, de que os seguintes remédios à base de plantas podem melhorar a função sexual:

  • maca;
  • tribulus;
  • ginkgo;
  • ginseng;

As pessoas devem ter cuidado com o uso de fitoterápicos sem a aprovação do médico. Alguns medicamentos fitoterápicos podem interagir com os medicamentos existentes, por esse motivo, sua qualidade, pureza e segurança permanecem incertas.

6. Pratique exercícios regularmente 

Praticar exercícios regularmente pode ajudar a aumentar a libido de várias maneiras. Um estudo de 2015 de homens submetidos à terapia de privação de andrógenos, que reduz os níveis de testosterona, descobriu que o exercício regular ajudou os homens a lidar com questões como preocupações com a imagem corporal, baixa libido e alterações nos relacionamentos. Uma revisão de 2010 de mulheres com diabetes cita pesquisas que mostram que o exercício pode ajudar a diminuir os sintomas relacionados à diabetes em mulheres.

O estudo enfatiza que praticar exercícios específicos para o assoalho pélvico pode ser útil para mulheres sem diabetes.

7. Mantenha um peso saudável 

Alguns cientistas vinculam sobrepeso e obesidade ao baixo desejo sexual, além de outros fatores relacionados à redução da fertilidade. Isso está associado a fatores hormonais, como baixas concentrações de testosterona.

Algumas pessoas que estão acima do peso também podem ter efeitos psicológicos, como a menor confiança. Manter um peso corporal saudável pode melhorar o desejo sexual de uma pessoa, tanto física quanto psicologicamente. Ter uma dieta saudável e fazer exercícios físicos regulares pode ajudar a conseguir isso, além de aumentar os níveis de energia geral de uma pessoa.

8. Tente a terapia sexual

 O desejo sexual é complexo, com componentes psicológicos e físicos. Mesmo quando uma pessoa tem uma condição física que afeta o desejo sexual, como o diabetes, melhorar a resposta emocional e psicológica ao sexo pode aumentar a libido e o funcionamento sexual. A terapia é uma estratégia eficaz para aumentar a baixa libido.

O aconselhamento individual pode ajudar a abordar pontos de vista negativos sobre sexo, auto estima e causas secundárias de baixa libido, como depressão e ansiedade. O aconselhamento de relacionamento pode ajudar algumas pessoas a lidar com fatores que afetam seu desejo sexual.

 Além das terapias de fala, a terapia da atenção plena também pode ajudar. Um estudo de 2014 descobriu que apenas quatro sessões de terapia cognitivo-comportamental baseada em mindfulness em um ambiente de grupo melhoraram o desejo sexual, a excitação sexual e a satisfação sexual das mulheres.

9. Pare de fumar 

Fumar cigarros pode ter um impacto negativo no sistema cardiovascular de uma pessoa. A boa saúde do coração é importante para o bom funcionamento sexual e as pessoas que fumam cigarros podem descobrir que seus níveis de energia e desejo sexual aumentam depois que param de fumar.

Aumentar a libido em homens 

A terapia de reposição de testosterona pode aumentar a libido. A libido nos homens está frequentemente relacionada aos níveis de testosterona, que diminuirão naturalmente à medida que eles envelhecem.

Em homens com deficiência de testosterona ou hipogonadismo, a terapia de reposição de testosterona pode resultar em aumento da libido, depressão reduzida e melhora da função erétil, de acordo com uma pesquisa de 2017.

Há pouca evidência para sugerir que certos alimentos ou suplementos aumentem os níveis de testosterona e a função sexual de uma pessoa. Algumas pesquisas sugerem que os ácidos graxos, zinco e vitamina D podem ser importantes componentes alimentares da testosterona.

Aumentar a libido em mulheres 

Hormônios relacionados ao sexo, como estrogênio e compostos semelhantes ao estrogênio, também podem afetar o desejo sexual feminino. Muitas mulheres experimentam uma queda na libido e no funcionamento sexual na menopausa, quando os níveis de estrogênio caem.

 A terapia de reposição estrogênica pode ajudar algumas mulheres. Secura vaginal é outro sintoma da menopausa e o uso de lubrificantes durante a atividade sexual pode aumentar o prazer das pessoas.

Certas pílulas anticoncepcionais também podem diminuir a libido. Se uma pessoa suspeitar que sua contracepção hormonal está afetando seu desejo sexual, poderá conversar com um médico sobre a alteração do tipo de pílula.

Os médicos que conhecem bem os remédios alternativos e complementares podendo ajudar uma pessoa a escolher tratamentos naturais. Uma pessoa pode querer consultar um médico para baixa libido quando:

  • Aparece de repente ou sem explicação;
  • Aparecem sintomas adicionais, como pressão alta ou dor;
  • Ocorre após o início de um novo medicamento ou cirurgia;
  •  Causa sérios problemas de relacionamento ou sofrimento psicológico;
  • Sexo é doloroso.

Existe uma grande variação natural nos desejos sexuais e na libido das pessoas. É importante notar que ter uma libido menor do que outras pessoas não é necessariamente uma coisa ruim. No entanto, se uma pessoa deseja aumentar a libido, existem muitos métodos para tentar.

Isso inclui ter uma dieta nutritiva, fazer exercícios regularmente, reduzir a ansiedade e se concentrar em melhorar os relacionamentos íntimos. A baixa libido é uma questão complexa, com componentes físicos, psicológicos e de relacionamento.

Conhecer a causa pode ajudar uma pessoa a encontrar o melhor tratamento. Como a baixa libido, ou uma mudança repentina na libido, pode ser um sinal de uma condição de saúde, é mais seguro conversar com um médico antes de tentar aumentar a libido.

One thought on “9 Maneiras de aumentar a libido naturalmente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *